sábado, 10 de julho de 2010

YOBA encanta a plateia britânica

Plateia inglesa, que lotou o Queen Elizabeth Hall, aplaude de pé a YOBA


O público londrino se rendeu ao ritmo, à vivacidade e à qualidade musical da Orquestra Juvenil da Bahia (YOBA – Youth Orchestra of Bahia), que realizou na noite do dia 7 de julho, sua 1ª apresentação em uma das salas de concerto mais prestigiadas da Europa, a Queen Elizabeth Hall, no Southbank Centre.

A YOBA foi a única representante da musica clássica brasileira a integrar a programação do Brazil Festival, promovido pelo Southbank Centre e que levará a Londres, entre os meses de junho a setembro, nomes como Maria Bethânia, Arnaldo Antunes, Tom Zé e os Mutantes e Gilberto Gil.

O concerto da YOBA foi empolgante do início ao fim, surpreendendo os londrinos e o público brasileiro presente, que quase lotaram a sala com capacidade para 900 pessoas. Plateia lotada, muitas palmas e dança acompanhando as músicas: uma novidade absoluta para o público inglês, que aplaudiu de pé diversas execuções, como a mexicana Danzon nº2 (Arturo Marques) e as brasileiras Batuque (Lorenzo Fernandez) e Tico-Tico no Fubá (Zequinha de Abreu), sendo esta ultima já no bis.

Antes do concerto, três membros do Neojibá participaram de uma apresentação didática com crianças do projeto inglês In Harmony, também baseado no El Sistema venezuelano e que conta com três núcleos na Inglaterra. Os membros do Neojibá tocaram um trecho de “Asa Branca”, encantando a platéia presente no Clore Ballroom, no Southbank Centre. Por conta desta participação, duas integrantes do Neojibá concederam uma entrevista à TV BBC, para uma reportagem sobre projetos musicais para crianças e jovens.

O concerto da YOBA contou a participação de 10 jovens da National Youth Orchestra of Great Britain - NYO (www.nyo.org), que estarão acompanhando a orquestra durante a apresentação em Lisboa, no dia 9 de julho, e na turnê no sudeste brasileiro. Os músicos estão participando dos ensaios da YOBA desde segunda-feira e para ele tem sido uma experiência completamente inovadora. “Temos muito para aprender com a YOBA e temos certeza de que este intercâmbio terá um efeito positivo e transformador em nossa orquestra”, diz Sarah Alexander, diretora geral da NYO.

Ao final, para surpresa do público, a YOBA executou a obra Nimrod (Variações Enigmas nº 9), do compositor inglês Elgar, bastante tradicional e emblemática para os ingleses. Foi um presente especial, aplaudido mais uma vez de pé. O publico inglês soube retribuir o presente: ao final do concerto, mais de 100 pessoas esperavam pelos músicos na saída dos bastidores, para aplaudir mais uma vez e parabenizá-los pela noite surpreendente e, acima de tudo, brasileira.

6 comentários:

Ana Júlia disse...

Parabéns a todos os músicos da Orquestra Juvenil da Bahia!! A orquestra realizou 2 belos concertos, em Londres e Lisboa, e todos estão de parabéns!!
Certamente os concertos em Belo Horizonte, São Paulo e Campos do Jordão serão excelentes!

Lucianne Maltez disse...

Parabéns, a todos da equipe Neojibá e um desejo de muito
sucesso!!!Vcs merecem!!!

Pedrina cruz disse...

É isso aí meninos!! só podia dá nisso depois de tanto esforço, o sucesso é inevitável,estamos muito felizes pela existência desse projeto e espero que nunca acabe, pois só assim nossos jovens tem a oportunidade de crescer, num caminho de exelência e sublime que é a música que tanto nos encanta e nos tráz vida, parabéns a toda a equipe do neojibá, estamos aqui esperando por todos com muitas saudades, mais tb com muito orgulho, por esse passo tão importante entre muitos que virão, um grande abraço em todos e que Deus os traga debaixo da sua proteção, até mais.

Amandita disse...

OBÁ.

Parabénss YOBA.
Mais e Mais Sucesso.
Que o Neojibá cresça cada vez mais, e possa proporcionar essa alegria a mais crianças e jovens desse Brasil, e do Mundo!

BjO Grande. = )

Sergio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sergio disse...

UM SONHO SE TORNANDO REALIDADE.
Para mim é um orgulho ser pai de um "neogibenho", o violista Tarsis, e ver que voces estão indo tão longe em tão pouco tempo. Custo a crê, que alguem em sã conciencia poderia imaginar que em tres anos, todas estas coisas pudessem estar acontecendo. Só me resta dizer, PARABENS, PARABENS, PARABENS.
Meu desejo é que Deus, na Sua infinita graça, continue a abençoar a cada um de voces, isto extensivo ao professor Ricardo Castro e toda sua equipe, afinal de contas sabemos que se ele não acreditasse nisso, a coisa iria ficar dificil de acontecer.
Grande abraço a todos e Deus vos abençõe.
Sergio e Nete