segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Neojibá promove intercâmbio e oficinas com projetos do Extremo Sul baiano

A delegação do Neojibá ao lado dos alunos do IASA

Dando início às ações de expansão e interiozação do Neojibá, o Maestro Ricardo Castro, diretor geral do programa, e quatro integrantes do naipe de cordas da Orquestra Juvenil 2 de Julho estiveram entre os dias 19 e 22 na região de Porto Seguro promovendo oficinas de capacitação e apresentações musicais. Dois projetos culturais foram contemplados nesta primeira visita de intercâmbio técnico e pedagógico: a Orquestra Sinfônica do Descobrimento, em Porto Seguro, e o Instituto Amigos de Santo André – IASA, no município, de Santa Cruz de Cabrália.

As atividades de capacitação incluíram uma palestra sobre manutenção e pequenos reparos de instrumentos de cordas (violinos, violas e violoncelos) com David Matos, violoncelista e luthier formado pelo Neojibá. Além da apresentação, o luthier fez também regulação e reparação em diversos instrumentos de cordas dos projetos visitados. Allan Resedá, violista, transmitiu conhecimentos básicos sobre técnica, postura e atitude para instrumentistas de corda e, com os colegas Priscila Figueiredo e Reinaldo Silva, violinistas, colocou em prática com grupos menores os conhecimentos recém adquiridos. No final o "Quarteto de Cordas" da J2J fez uma pequena apresentação. Dezenas de jovens foram atendidos e vários instrumentos de cordas regulados e reparados.

Na ocasião, um convênio de cooperação técnica foi assinado com o IASA tendo como primeiro resultado a vinda a Salvador de duas jovens violinistas, Emily (16 anos) e Kamymy (17 anos e integrante do povo Pataxó). As duas integrarão o Neojibá até o mês de dezembro e voltarão ao IASA como monitoras para transmitir a experiência e conhecimento adquirido. "Essa parceria representa uma oportunidade única de profissionalização dos meninos através música", conta a responsável pelo IASA, Carolina França Pinto. "Pelo fato de estarmos numa região carente de pessoas capacitadas, nunca tivemos essa pretensão. Agora, com a parceria, vislumbramos inclusive um novo foco para o instituto, e o intercâmbio das meninas é um passo muito importante para isso. Estamos super contentes", conclui.

Como continuidade do intercâmbio com a região, o Neojibá pretende realizar uma turnê do Projeto Serioso em cidades do Extremo Sul baiano.

2 comentários:

Anônimo disse...

A primeira vez que tive acesso ao trabalho da Neojibá foi no carnaval de Salvador quando vocês tocaram com Daniela Mercury. Foi único e maravilhoso.

Parabéns! Vocês são muito talentosos e merecem mais espaço.

Peu disse...

Nossa!Quanta beleza!Quanta riqueza!Quanta alegria!É muito orgulho pra todos nós, pois temos jóvens que nos dá prazer de ver, trazendo vida e harmonia, não sei como expressar a emoção que tomou conta de mim do início ao fim, foi tudo muito belo. Esse projeto tem que avançar e alcançar toda Bahia e se possível todo país. Sei que ainda tem por aí talentos que precisam ser descobertos e por fim terem a mesma oportunidade. Parabéns a todos que contribuíram pra esse grande programa; Avante Neojiba! Vocês tem um futuro brilhante pela frente, vocês são um sucesso, parabéns, um grande abraço em todos amo vocês... Pedrina Cruz.